Pastagem

leguminosa-pratense_Trifolium-striatum leguminosa-pratense_Trifolium-subterraneum-2 leguminosa-pratense_Trifolium-subterraneum parcelas-contiguas_pasto-natural-y-siembra-de-pratenses pasto-mejorado-con-leguminosas-2 pasto-mejorado-con-leguminosas pasto-natural-1 pasto-natural-2 pasto-natural-3 pasto-natural-4 pasto-natural-bien-aprovechado pasto-seco comederos-con-paja-suplemento-de-pastos leguminosa-pratense_Biserrula-pelecinus leguminosa-pratense_Medicago-polymorpha leguminosa-pratense_Ornithopus-compressus-1 leguminosa-pratense_Ornithopus-compressus-2 leguminosa-pratense_Trifolium-angustifolium-2 leguminosa-pratense_Trifolium-angustifolium leguminosa-pratense_Trifolium-campestre leguminosa-pratense_Trifolium-cherleri-2 leguminosa-pratense_Trifolium-cherleri leguminosa-pratense_Trifolium-glomeratum-2 leguminosa-pratense_Trifolium-glomeratum leguminosa-pratense_Trifolium-hirtum Bromus-hordeaceus hordeum_murinum Lolium-sp. pasto-mejorado_ray-grass-Lolium-sp.-2 pasto-mejorado_ray-grass-Lolium-sp.

 

 

O montado apresenta uma grande diversidade de espécies vegetais. A composição e variedade destes pastos dependerão do efeito continuado do consumo e seleção por parte do gado, sendo fundamentais as técnicas de maneio pecuário para a sua conservação.

A maioria das espécies vegetais são de ciclo anual. Produzem sementes que permanecem no solo durante o verão e germinam no outono.

Entre todas elas, destacam-se as leguminosas devido à sua produtividade, qualidade e, principalmente, pela sua capacidade de captar o azoto da atmosfera, transferindo-o para o solo.

Estes pastos naturais caracterizam-se por uma baixa produção, muito ligada à pluviosidade, que provoca fortes diferenças produtivas entre as estações do ano e de uns anos para os outros. Esta irregularidade torna necessário o fornecimento de alimentos suplementares ao gado durante os períodos de escassez.

Para reduzir este suprimento suplementar, os pastos foram objeto de melhorias em múltiplas ocásiões. Estas melhorias basearam-se na gestão do pastoreio, na fertilização fosfórica e na introdução de espécies mais produtivas e de qualidade superior. Com estas medidas, conseguiu-se aumentar a produção e a qualidade de alguns pastos, e o seu aproveitamento foi racionalizado.