Conservação do Montado

Encina-antes-de-la-poda Encina-enorme-podada protección-regenerado-en-densificación protección-regenerado-frente-al-ganado-ovino-2 protección-regenerado-frente-al-ganado-ovino protección-regenerado-frente-al-ganado-vacuno regeneracion-de-un-encinar regeneración-natural-después-de-incendio regeneración regeneración_densificación

 

 

Durante anos, existiu um equilíbrio entre a exploração e a conservação dos recursos do montado.

No entanto, nalgumas zonas, o montado passa por dificuldades que ameaçam a sua conservação e rentabilidade. Para evitar esta situação, as medidas de atuação nas explorações deveriam ser orientadas para a conservação do ecossistema e sua sustentabilidade, garantindo a manutenção do sistema de exploração.

O arvoredo merece especial atenção, uma vez que as produções do montado, tal como a paisagem, dependem dele. A árvore é o elemento menos considerado e cuidado até agora, dada a sua longevidade. Por isso, hoje em dia, os maiores problemas do montado provêm do envelhecimento do arvoredo, da falta de regeneração e, por vezes, do seu deficiente estado sanitário.

A conservação do montado a longo prazo só é possível mediante a utilização de boas práticas como:

  • A regeneração do arvoredo.
  • Evitar práticas que debilitem a árvore, como as podas abusivas que a tornam mais suscetível ao ataque de pragas (como os insectos-perfuradores de madeira), ou fazem com que seja mais facilmente afetada por doenças.
  • Realizar uma correta gestão dos recursos evitando a sobre-exploração.
  • Praticar um pastoreio adequado evitando as cargas pecuárias excessivas, uma vez que estas contribuem para a degradação do solo e do pasto e impedem a regeneração do arvoredo.

Devemos conservar e proteger o montado, tendo em conta que se trata de um ecossistema criado pelo Homem e que, por conseguinte, necessita da sua atuação e cuidado para se manter.